10 insights sobre os Profissionais de Mídias sociais no Brasil

Dando uma olhada nos temas mais acessados via Google Analytics do blog, o post Cargos e Salários em Mídias sociais (escrito em 2011) teve mais de 10 mil visualizações na página e resolvi trazer novamente este assunto á tona.

Em setembro de 2014, o site Trampos e a Alma Beta lançaram a pesquisa “O Raio X dos profissionais de Mídias Sociais no Brasil”, que analisou a amostra de 1.037 profissionais do mercado digital que responderam à pesquisa.

Dediquei o fim do meu domingo a reler a pesquisa e analisar os principais pontos para quem não viu ou não se lembra dos detalhes relevantes do material. Então, vamos lá:

  1. São Paulo é o principal polo para agências e profissionais dedicados a área digital. Rio de Janeiro é o segundo estado, mas com uma diferença de 7,4% para 55%. Ou seja, se você não tem um excelente cargo na sua cidade na área, talvez seja a hora de pensar em se mudar. Em pouco tempo eu completo 1 ano em São Paulo.
  2. Profissionais com Mestrado e Doutorado representam 2,61% dos candidatos, o que é uma exceção a regra. No entanto seus salários são em média de R$4.433, enquanto a média salarial de um profissional da área apenas com Graduação no currículo é de R$2.582,00.
  3. 20% dos profissionais de Mídias Sociais já trabalham subordinados aos departamentos de Marketing. Apenas 12% respondem à Criação. Os departamentos especializados ainda são o mais comum nas agências e empresas com 38%
  4. Nas atividades desempenhadas, a Redação tem um papel significativo na rotina deste profissional. Seja atuando apenas como Redator para online ou como estrategista de Conteúdo. 59% dos profissionais tem atividades próximas a redação. Isso não só reflete o mercado, como a minha realidade. Atuando como Redatora Publicitária em 2005 é que comecei a me apaixonar pelas Redes Sociais até descobrir a Pós-graduação de Mídias Digitais em 2007. Uma das primeiras turmas do país.
  5. São diferenciais para contratação na área, experiências como: tratamento de imagens, compra de mídia, skills de gestão (atendimento e gerenciamento de equipe), edição audiovisual e gestão de projetos. – A média salarial feminina ainda é mais baixa que a média salarial masculina – um reflexo do que ainda acontece no Brasil: o salário das mulheres ainda é 30% menor do que os dos homens.
  6. R$2.432,00 é a média salarial dos profissionais que responderam à pesquisa. A média salarial por hierarquia na pesquisa é corrompida pela amostra de profissionais que trabalham de forma autônoma como consultores, freelancers ou Pessoas Jurídica que abriram agências com menos de 10 funcionários. A média para salário de um Diretor na pesquisa é de R$4,345. Mas basta conhecer uma agência minimamente estruturada para crer que um Diretor de área ganha pelo menos o dobro.
  7. Os cargos com regime de contratação PJ têm uma média salarial superior aos cargos com regime de CLT. E isso é um fator importante para quem pensa em se mudar para São Paulo. Os empregos na área com carteira assinada estão ficando cada vez mais escassos e isso pode causar um reflexo em outras regiões do país.
  8. 8% dos respondentes que pensam em sair ou trocar de emprego consideram abrir negócios na área de Mídias Sociais. O que acaba puxando para baixo a média de contratação dos serviços. Como profissionais autônomos têm muito menos infra-estrutura e custo, a briga pela precificação fica bastante acirrada e é possível ver fees cada vez mais baixos também nas agências.
  9. Sobre a amostra analisada: A maior parte dos respondentes, 56,5% se enquadra no grupo “Novatos” – até dois anos de carreira na área. Apenas 5,3% dos profissionais são considerados Sênior (mais de seis anos de mercado. Grupo em que me enquadro).
  10. O empreendedor trabalha mais horas semanais do que profissional sênior que trabalha em agência ou empresa. Enquanto o empreendedor trabalha em média 9h30min por dia, o profissional sênior trabalha 8h50min por dia. Parece pouca diferença, mas tem um peso no fim da semana. Por aqui, estamos na média de 8h50 por dia.

Patrícia Moura

Patrícia Moura é Publicitária, Especialista em Mídias Digitais e professora em cursos de Pós-graduação e MBAs em Marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>