Como cobrar projetos de marketing digital? Eis uma solução

A Associação Paulista das Agências Digitais (Apadi) criou um manual de preços e serviços digitais que pode ser baixado, compartilhado e consultado gratuitamente por todo o mercado.

A tabela de preços inclui os preços médios dos principais produtos e serviços dirigidos ao mercado digital e valores específicos para ações de mídias sociais, como: planejamento, seeding, hotsites, análise de presença e diagnóstico e, até mesmo, curadoria de conteúdo. O objetivo da tabela é ser uma referência de mercado para que agências e clientes tenham parâmetros adequados para avaliar o custo básico das principais ações digitais.

Existem valores fora da realidade? É claro que existem. Os diferentes portes das empresas e agências também fazem com que a “percepção de realidade” seja de banana para uns e de maçã para outros. No entanto, é uma excelente iniciativa rumo à profissionalização do mercado e arma contra a “política dos sobrinhos”, que já falamos num texto anterior sobre consultoria.

Sendo assim, da próxima vez que algum cliente chorar o preço do diagnóstico, monitoramento ou planejamento de mídias sociais, NÃO DISCUTA! Passe o link do manual da Apadi e dos textos do meu blog.

Patrícia Moura

Patrícia Moura é Publicitária, Especialista em Mídias Digitais e professora em cursos de Pós-graduação e MBAs em Marketing digital.

5 comentários sobre “Como cobrar projetos de marketing digital? Eis uma solução

  1. Concordo pelnamente Paty. A percepção de preço é muito individual e o assunto realmente “rende calorosas discussões”. A questão é que os profissionais (isso eu me incluo) sempre ficam “inseguros” na hora de praticarem os seus preços como se fosse uma coisa ruim, “feia”. Eu costumo dizer que “cliente que não concorda com o meu preço, não é meu cliente”, mas tenho consciência que preciso ser competitivo, mas tudo há um limite!
    Parabéns pela abordagem!

  2. Cris disse tudo: – Cliente que não concorda com o meu preço, não é meu cliente.

    A tabela é ótima para e basear, mas para evitar perda de tempo com elaboração de orçamento e o cliente depois ficar chorando por um desconto, a melhor saída ainda é pedir com antecedência o valor que ele tem disponível para investir.

    Se for menos do que o que você pode cobrar, nem vale a pena começar a fazer o orçamento.

  3. Patricia,

    Parebens pelo conteudo muito bem escrito, acabei de conhecer o teu blog, e gostaria de te sugerir uma coisa, por exemplo:

    Eu a encontrei pela materia de como cobrar por projetos de marketing digital, e no seu texto voce faz referencia a um outro post seu, contudo gostaria de sugerir que quando voce referenciar algum outro posto deixe o link para ele, isso aumenta do tempo dos internautas no teu site sem ter que procurar, como eu vou agora fazer!

    A grande maioria das pessoas nao tem paciencia…….rs

    grande abraco!

Deixe uma resposta